Trupes

Barra: (21) 2486-3193  |  Ipanema: (21) 2287-7529 
Novo endereço Barra: Av. Armando Lombardi, 205 / Sala 205 




O foco desta aula é a inteligência cinestésica (capacidade de controlar e orquestrar movimentos do corpo). A proposta é favorecer o desenvolvimento motor, oferecendo desafios para a coordenação motora global. A aula oferece manipulação de diversos materiais estáticos e em movimento e de texturas. Os circuitos montados desafiam o equilíbrio  aumentando a capacidade de organização corporal em relação à gravidade. Toda aula é envolvida de canções que tornam o ambiente divertido e dá as crianças a noção de tempo de cada atividade.

 


Desafio das inteligências musical e linguística. Através de canções, contação de histórias e instrumentos musicais, a criança começa a construir habilidades sociais e cognitivas desde os primeiros meses de vida. Estimula a ampliação do vocabulário, desenvolvimento do prazer em ouvir e contar histórias, a familiarização com diferentes ritmos, melodias e a apresentação a diversos instrumentos musicais. Os parâmetros musicais são apresentados de forma lúdica para que as crianças possam aos poucos absorver conceitos como alto e baixo; rápido e devagar, além de vivenciar os sons, timbres e acompanhamento rítmico. A linguagem é desenvolvida por meio de perguntas que o professor faz, dos gestos e das músicas que fazem com que as crianças repitam partes do corpo, animais entre outras palavras do repertório infantil. 



Os bebês são sensórios-motores e aprendem o mundo a partir do próprio corpo. Portanto, os estímulos sonoros e motores são muito significativos.  Nesta aula os estímulos são dados partindo dos sons, das melodias e dos gestos usando o corpinho dos bebês. A musicalidade e a movimentação dos responsáveis criam a atmosfera rítmica que envolve os bebês favorecendo o conhecimento da linguagem musical.

 

 

Desafio das inteligências espacial e lógica-matemática. As crianças entram em contato com diversas texturas, experiências que trazem ao cérebro um acervo que permitirá uma melhor adaptação ao meio, pois desenvolvem a capacidade de distinguir objetos, perceber temperatura, limite sensorial. As crianças também são convidadas a participar em trabalhos coletivos e são expostas a pintores da cultura universal. Os jogos lógicos – como de encaixe, quebra-cabeça e perguntas e respostas – abrangem série, ordem, sequência, diferença e igualdade, sistematização, estimulando o pensamento lógico de associação e resolução de problemas, ampliando a organização espacial.

 


Desafio das inteligências cinestésica e linguística. Através de jogos dramáticos, as crianças são levadas a unir movimento, expressão e linguagem. Histórias contadas através de livros são reproduzidas pelas crianças, construindo um espaço do faz de conta. O ápice da aula é a reprodução da história, onde as crianças se identificam com os personagens e têm a liberdade de interpretar o que escolherem. Os personagens ganham postura, movimento, voz e sentimentos que podem ser experimentados livremente. Os sentimentos sendo de outra pessoa ou animal são facilmente representados pela criança. Esta oportunidade de entrar e sair do faz de conta é estruturante para as crianças. Também propicia socialização, estimula a desinibição e desenvolve o autoconhecimento, a autoconfiança e a concentração. 



Exercita a coordenação motora e a agilidade através de um jogo com ritmos brasileiros. Ajuda nas relações interpessoais e exercita na criança a sua capacidade de lidar com o outro e com suas diferenças. Elas vencem barreiras de equilíbrio, força e ritmo, contribuindo para a sua autoconfiança.



Tem por objetivo desenvolver noção de espaço, coordenação motora, socialização e experiência em grupo. A aula tem um primeiro momento mais livre que é desenvolvido pela professora através do faz de conta, onde as crianças imitam princesas, animais e outros personagens. Tem por objetivo desenvolver também o ritmo. O balé é apresentado de forma lúdica. A professora usa movimentos no centro e brincadeiras para apresentar conceitos como em cima, em baixo e nomeia as partes do corpo desenvolvendo o esquema corporal. A partir dos 3 anos já é possível usar os movimentos aprendidos em pequenas coreografias.


 

Na Trupe, as aulas de judô são oferecidas para crianças a partir dos 3 anos. O curso promove a iniciação ao judô de forma lúdica, garantindo seu aspecto educacional e esportivo. As aulas desenvolvem a coordenação motora global, lateralidade, equilíbrio, força e flexibilidade. Como os nomes dos golpes são em japonês, estimuladas pelo professor, as crianças criam "apelidos" para as técnicas, afim de que a linguagem usada seja comum a todos. A disciplina, a cooperação e a empatia são sempre estimuladas, especialmente quando os novatos chegam e são auxiliados pelos alunos mais antigos.


 

Muitas famílias procuram uma forma de preparar seus filhos para o ingresso deles na escola ou na creche. O Clubinho da Trupe tem por objetivo tornar essa passagem de casa para o mundo escolar mais facilmente adaptável. A aula reúne atividades em uma rotina leve porém estruturada, para que os pequenos à partir de 18 meses e até 3 anos possam, aos poucos, ganhar autonomia. É uma proposta que prepara os pequenos e a família para a nova etapa que virá: a escola.